sábado, 15 de outubro de 2011

Contos eróticos gays ''o pedreiro''

Bom vamos la tinha 19 anos quando minha mãe quis fazer uma reforma na casa,só que só eu ficava em casa pois ela trabalhava.
Comprou os materiais e contratou um pedreiro,que não era la grande coisa não,mas era um homen simpático que devia ter seus 28 anos alto moreno.
No primeiro dia fiquei de boa só na net quando ele pede para usar o banheiro eu disse: fica a vontade pode ir la,ele foi e de la mesmo me pediu agua, para ir para a cozinha tinha que passar em frente do banheiro,que estava com a porta aberta e ele segurando o pau ainda soltando os ultimos pingos.
Fiquei nervoso e sem graça pois ele estava de propósito ali de porta aberta.Que pau!,mas continuei e fui para a cozinha,peguei a agua e ele veio para beber, veio ainda fechando a calça e deu uma bela apertada na mala.
Ele bebeu a agua e saiu,derepente ele me disse que iria ao banheiro trocar de roupa pois ele ficava mais a vontade,como só estavamos nois dois perguntou se eu não importaria? Disse que não que podia ficar a vontade.
Ai sim me deu uma tremedeira pois percebi que ele estava fanzendo um jogo comigo,entrei na dele.
Derepente saiu ele só de calção esses de futebol,e sem camisa ¨que corpo!¨dizendo agora sim estou melhor ele ja estava se sentindo em casa,acho que era porque ele sabia que tinhamos o dia todo a sós,fui ao banheiro e vi que sua roupa estava la fechei a porta e fui analisar sua roupa quando pego sua calça que susto cai sua cueca, uma cueca branca que estava meio molhada de suor suor de macho, tinha até uns pentelhos grossos, na hora imaginei que aquele tesão de homen sem cueca só de shorts, fui até onde ele estava e começei a puxar papo, ele conversando comigo e sempre dando aquela apertada até que me pediu para segurar a escada para ele,segurei e ele subiu, quando ele subiu olhei para cima e como o shorts dele era mais largo vi duas bolas toda cabeludas balançando com um pau lindo de cabeça grande balançando para os lados fiquei louco mas me controlando.
Ele fez o que tinha que fazer e desceu ele disse que iria pegar terra no fundo do quintal para fazer a massa e me chamou,no fundo do quintal tinha umas bananeiras,ele foi na frente enquanto eu fui tomar agua quando cheguei la ele estava com o pau meia bomba pois dava para ver nitidamente, ele disse que quando era criança comia as bananeiras da horta do seu avô,é que ele fazia um buraco nelas e punha seu pau dentro do buraquinho e metia até gozar coisas de adolecente, ai fiz meu jogo disse que nunca tinha visto isso não e que nem imaginava como fazia o buraco para caber um pau,ele me disse te mostro quer ver?
Disse: então mostra para eu ver,ele ficou louco seu pau ja estava durão ele apertando o pau e falando bem que será legal da uma metida agora de manhã pegou uma faca e fez um buraco na bananeira bem fundo e largo ai eu disse: mas precisa desse buracão?Ele disse quer ver como mete?
Sim respondi ele subiu uma perna do shorts bem sem vergonha e deixou cair uma jeba que tamanho de pau lindo um espetaculo de caralho,e balançando para mim disse olha só como vou meter aqui,pegou o pau e colocou no buraco e começou a meter eu ja estava de pau duro de ver aquele homen comendo uma bananeira que parecia alguem dando,e como ele metia bem.
Ele tirou o pau todo melado da arvore,e balancou para mim dizendo:nossa acho que vou bater uma mesmo vc não tem um filminho daqueles bons ai não?
Disse tenho sim,só que são filmes gays disse a ele, ele se virou para mim segurando o pau e disse: tem foda então ta valendo.Me animei ele se lavou e fomos para meu quarto onde coloquei o filme, ele de pau na mão começou a bater aquela bronha que delicia,ele disse:bate uma vc tambem fiquei sem graça mas tirei o pau e começei a bater uma de repente ele me pergunta?
Vc quer chupar? nem esperei peguei aquele cacete e mamei com vontade ele segurando minha cabeça e eu mamando derepente ele segurou com muita força minha cabeça contra sua pica e gozou tudo em minha boca eu engasguei e quis cuspir só que ele não deixou ficou segurando minha cabeça até eu engolir tudo tirou seu pau de minha boca,eu fiquei bravo pois nunca tinha engolido porra ele ficou com mais tesão ainda e disse:hoje vou meter em vc o dia inteiro viadinho,derepente ele me abraçou com força roçando seu pau em mim e disse vai fazer o que eu quizer disse que não que ele tava me assustando na mesma hora ele me colocou sentado e mandou eu abrir a boca tentei fugir e ele me segurou forte e me deu um tapa na hora disse que era para ele parar.
Que eu não queria mais, mas ele nem ligou mandou eu calar a boca e obedecer se não ia ser pior,fiquei quieto e obedeci com medo de apanhar, pensei que era para chupar ele novamente mas derepente ele colocou seu pau meio duro na minha boca e segurou com muita força minha cabeça derepente começou a mijar dentro de minha boca eu tendo que engolir o mijo daquele macho,forçei e consegui sair ele mijou o resto em todo meu rosto.
Me levantou com violencia e me pos de costas para ele me abaixou abriu as minhas pernas e escostou sue pau a seco no meu cuzinho,que ja estava todo retraido pela violencia daquele homen.Derepente forçou de uma só vez com tanta força que entrou a seco mesmo dei um grito e ele enfiando cada vez mais fundo eu gritando para ele parar foi quando ele colocou sua mão na minha boca e me comendo com maestria, foi quando eu ja estava rebolando na pica dele adorando tudo aquilo derepente deu uma metida só e soltou seu corpo em cima do meu que acabei gozando de sentir seu pau pulsar dentro do meu cuzinho que ja estava ardendo de tanto levar rola se levantou me deu um beijo e disse: agora vou trabalhar e na hora que o tesão voltar esteje pronto que seu macho vai querer cuzinho minha putinha e ficamos assim trepando das maiores formas possiveis durante um mes de obras vivendo com um casal eu fazia as coisas para ele e ele me tratava igual sua mulerzinha dentro de casa, minha mae nunca desconfiou pois quando ela chegava, ele ja estava indo embora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário